SRE a marcar gerações  – dezembro de 2014

Uma semana especial
“Inclusão: tornemos o desafio real”

SRPNE

Semana Regional da Pessoa com Necessidades Especiais

[Videograma da SRPNE em http://youtu.be/wnUwS5kz2vE]

Seis representantes de seis instituições apadrinharam a Semana Regional da Pessoa com Necessidades Especiais 2014, que decorreu de 2 a 10 de dezembro, com várias centenas de participantes e sob organização da Direção Regional de Educação.
Corolário da reflexão sobre esta temática, o Seminário “Inclusão: tornemos o desafio real” – com a participação de cerca de centena e meia de pessoas – abordou a educação inclusiva, a qualidade de vida dos pais, a intervenção nos problemas de aprendizagem, a equipa multidisciplinar, as representações sociais da deficiência mental e a integração socioprofissional, bem como a abordagem não medicalizante nem patologizante da educação.

www
Facebook

[DESTAQUE]
Atividades
experiências sensoriais e momentos artísticos
espetáculos musicais, dramáticos e de dança
histórias em ebook e apresentação de livros
boccia, goalball e voleibol sentado
taekwondo e zumba
dança e golfe para todos
divulgação de produtos especiais
murais e exposições diversas
percurso acessível e doação de materiais
largada de balões e hinos cantados
protocolo Significativo Azul
certificados de formação profissional
concurso de talentos e história da carochinha
caminhadas e gincana de acessibilidades
programa de rádio
lanches convívios
seminário científico 

FOTOGRAFIAS

[Fotografias da SRPNE]

SONS

[caixa]
Seminário “Inclusão: tornemos o desafio real”

Faixa 1
Jaime Manuel Freitas, Secretário Regional da Educação e Recursos Humanos
– A inclusão com alteridade

Faixa 2
Líria Jardim, da DRE
– Sobre uma abordagem à qualidade de vida dos pais

Faixa 3
Ana Paula Vieito, subdiretora regional da DRE
– Sobre a organização das respostas para a educação inclusiva

Faixa 4
Rosa Nunes, da Universidade do Porto
– Não medicalizar nem patologizar a educação (I)

Faixa 5
Rosa Nunes, da Universidade do Porto
– Não medicalizar nem patologizar a educação (II) 

----------------------------------------

“Ronaldo, a imagem da qualidade”
A voz de Leonel Pontes

PARA OUVIR

Entrevista sobre Desporto, Educação e Sociedade
A condecoração de Cristiano Ronaldo pela Assembleia Legislativa Regional eleva o seu exemplo como profissional e representa o impacto social do desporto. Neste contexto, desafiámos Leonel Pontes da Encarnação – que enquadrou o jogador no Sporting Clube de Portugal – para uma conversa sobre as relações entre o desporto, a educação e a sociedade.

[caixa]
« Perfil

Leonel Pontes da Encarnação é licenciado em Educação Física e Desporto pela Faculdade de Motricidade Humana e possui o curso ‘UEFA Pro Nível IV’ de Treinador de Futebol.
Na atualidade, é o treinador de futebol da equipa principal do Clube Sport Marítimo e foi treinador adjunto na Seleção de Portugal.
Anteriormente, no Sporting Clube de Portugal, passou como treinador pelos escalões juvenis e pela equipa B, até chegar à equipa principal. O seu trabalho na integração social e educativa dos jovens futebolistas das equipas do Sporting teve reconhecimento público com o acompanhamento de Cristiano Ronaldo, entre outros.
Apresenta, deste modo, experiência de treinador e de gestor desportivo em contextos diversificados, com vários escalões e com diferentes responsabilidades.

[caixa]
« Os sons da entrevista

Faixa 1
– O perfil de Leonel Pontes
– A condecoração de Ronaldo

Faixa 2
– A formação como percurso
– As experiências diversificadas

Faixa 3
– Os valores do desporto
– O treino de jovens e a família

Faixa 4
– O desporto e a escola
– Uma vida mais saudável

Faixa 5
– O desempenho desportivo
– O retorno para a sociedade

Faixa 6
– Os grandes jogadores
– As competências do treinador


PARA LER

[caixa]
Condecoração de Ronaldo
«Numa fase em que vivemos com grandes dificuldades, termos alguém como o Ronaldo – que é a imagem da qualidade, a imagem do sucesso e a imagem daquilo que é uma carreira de alto rendimento – acho que é gratificante. A Madeira está a ser inteligente na forma como está a projetar um filho da terra.»

[caixa]
Experiência e Formação
«Apercebi-me que só a trabalhar no campo – diariamente e consecutivamente, captando aquilo que são as características dos jogadores, o perfil dos jogadores e a sua idade, e face ao conhecimento que eu vinha adquirindo do ponto de vista teórico – é que poderia enquadrar o meu trabalho de liderança de uma equipa.»

[caixa]
Valores do Desporto
«O desporto permite que se transmitam esses valores de forma muito mais acentuada, nomeadamente o trabalho de equipa, o espírito de solidariedade, de defesa de uma causa, de defesa de um colega/parceiro que ali está ao lado, de cumprir com um conjunto de regras, porque as regras são muito importantes no desporto e no futebol, mas também são muito importantes na vida.»

[caixa]
Jogador/Treinador/Família
«À medida que se foi evoluindo, à medida que o futebol foi abrindo portas a outra intervenção, começou-se a perceber que a família tinha um papel determinante na evolução, que é o interesse do atleta. No fundo, há aqui uma perspetiva: a figura mais importante de tudo isto é o atleta.»

[caixa]
Desporto e Escola
«Quanto mais atividade desportiva houver – orientada, organizada e fundamentada – mais jovens vamos ter a praticar desporto, mais jovens vamos ter afastados da televisão e dos computadores, ou de outras vidas mais desviantes e, naturalmente, mais adultos vão estar envolvidos numa prática desportiva, tendo uma vida mais saudável. Se tiver uma boa orientação, será um processo vicioso positivo, se tiver uma má orientação, será um processo vicioso negativo.»

[caixa]
Arte e Desporto
«Se o espetáculo for bom, se houver qualidade nos intervenientes, qualidade nos espaços, qualidade no processo de orientação desse fenómeno, vamos ter maior satisfação das pessoas, vamos ter maior participação das pessoas e, naturalmente, vai haver um grau de satisfação maior por esse espetáculo.»

[caixa]
Grandes Jogadores
«Porque atrás desses princípios que são gerir a adversidade, a aptidão motora, a qualidade técnica, a motivação para a prática, são o seu caráter e a sua personalidade que vão orientar tudo isso.»

[caixa]
Competências do Treinador
«As nossas decisões nunca estão nos livros. Nós podemos ler os livros todos sobre “como ser feliz”, sobre “como ganhar dinheiro”, sobre “como trabalhar estratégias de equipa”, mas só quem está no contexto é que tem de tomar as melhores decisões – fruto da sua experiência, do contexto em si e do seu percurso formativo – o que vai ajudar, de certa forma, a tomar as suas decisões futuras.»

Texto da entrevista (PDF) 

----------------------------------------

A SRE convida…
Publicações da Direção Regional de Trabalho

PASSATEMPO

Ganhe publicações de referência da Direção Regional de Trabalho...

A Direção Regional de Trabalho (DIRTRA) editou, recentemente, três publicações de referência na área que tutela.
O III Plano Regional para a Igualdade de Género e Cidadania define a estratégia regional de desenvolvimento de políticas de igualdade e de não discriminação, integrando orientações políticas, científicas e técnicas, apresentando 48 medidas – articuladas com outros planos e programas regionais – agrupadas em 9 eixos estratégicos.
Por sua vez, o Guia Regional para a Conciliação da Vida Profissional e Familiar agrega orientações práticas e simples, sem custos acrescidos ou com reduzidos custos, superáveis pelos benefícios mútuos entre empresa, trabalhador(a) e sociedade.
A II Estratégia Regional para a Segurança e Saúde no Trabalho, também publicada, apresenta objetivos operativos no âmbito das políticas públicas e no âmbito da prevenção de riscos profissionais nas empresas, como pressuposto de uma melhoria efetiva das condições de trabalho.

www
Facebook

Responda certo e receba as três publicações!

QUESTÃO

‘Qual é o Dia Regional da Segurança e Saúde no Trabalho?’’

Como participar:
CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO
1. Cada uma das duas primeiras respostas certas recebidas no endereço GIIP@madeira-edu.pt dá direito a receber três publicações da DIRTRA (III Plano Regional para a Igualdade de Género e Cidadania, Guia Regional para a Conciliação da vida Profissional e Familiar e II Estratégia Regional para a Segurança e Saúde no Trabalho)
2. A mesma pessoa só poderá responder por uma vez.
3. O nome e o telefone de contacto do respondente deverão ser enviados com a resposta.
4. O momento de entrega dos prémios será registado para divulgação pública.

 

---------------------------------------- 

Demografia Federada 2011-2012

Página da DRJD com informação sobre a publicação

----------------------------------------

Login