SRE a marcar gerações  – março de 2014

Direção Regional de Qualificação Profissional
A marca de… Sara Estudante Relvas

ENTREVISTA

Nesta edição de “SRE a marcar gerações”, a diretora regional de Qualificação Profissional, Sara Estudante Relvas, discorreu sobre a área de serviço público em que exerce funções e a entidade que dirige.

[citações]

«Não se pode falar de desenvolvimento sem qualificação; são duas realidades que estão intimamente ligadas.»

«A nossa oferta não é constante. Não oferecemos todos os anos a mesma coisa. Vamos criando ou fechando cursos conforme as respostas que as empresas nos dão: uma determinada área de que estão a necessitar e que é emergente ou, pelo contrário, uma área que está saturada e de que o mercado não necessita.»

«As empresas apreciam e, muitas vezes, além da capacidade técnica destes jovens, o que mais realçam é a sua maneira de estar, o seu profissionalismo, o seu rigor profissional.»

«Os CQEP não são entidades formadoras; são portas de entrada para a população em geral, jovens e adultos, que queiram fazer um processo de aprendizagem ao longo da vida. Os centros têm de fazer uma orientação vocacional das pessoas, as quais só depois são encaminhadas para a rede de ofertas de educação e formação.»

«Gostaria muito que a atividade da formação profissional fosse mais regulada, com uma Lei de Bases da Formação que criasse mais capacidade de aumentar a qualidade daquilo que é feito pelos vários promotores.»

[caixa]
«« Entrevista com a diretora regional, Sara Estudante Relvas

Faixa 1
– A qualificação na Região
– O Centro de Formação Profissional
– Os destinatários e os tipos de formação

Faixa 2
– A evolução da procura e da oferta
– O acompanhamento aos formandos
– Os CQEP no novo paradigma

Faixa 3
– A educação e a formação
– Os objetivos e as novidades
– A articulação entre áreas

Faixa 4
– A qualidade e a cultura organizacional
– A qualificação como cerne
– A regulação da formação em Portugal

A DRQP

A Direção Regional de Qualificação Profissional (DRQP) tem por missão assegurar a execução da política regional definida pelo Governo Regional para o setor da qualificação, formação e certificação profissional e para a gestão do Fundo Social Europeu, no âmbito das competências atribuídas nesta matéria.

[caixa 1]
Áreas fulcrais de serviço público da DRQP
– Centro de Formação Profissional da Madeira
– Fundo Social Europeu, Eixo 1 – Educação e Formação
– Centro para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP)
 
[caixa 2]
Entidades formadoras na RAM
Existem 54 entidades formadoras na Região Autónoma da Madeira e oito escolas profissionais, sendo três públicas e cinco privadas. Além disso, a totalidade das escolas básicas e secundárias da RAM têm oferta de cursos de educação e formação e de cursos profissionais.
 
[caixa 3 com gráfico]
Formandos na RAM (2005/2006 a 2013/2014)

Formandos na RAM (2005/2006 a 2013/2014)
  Cursos de Educação e Formação Cursos Profissionais e Sistema de Aprendizagem
Anos Letivos N.º de Alunos N.º de Alunos
2005/2006 214 1322
2006/2007 681 1262
2007/2008 1123 1465
2008/2009 1399 1655
2009/2010 1632 1639
2010/2011 1755 1760
2011/2012 1556 2043
2012/2013* 1613 2649
2013/2014* 1724 3131

Nota: *Dados provisórios em 2012/2013 e 2013/2014
Fonte: OSERAM (Observatório do Sistema Educativo da Região Autónoma da Madeira)

SAIBA MAIS

www – www.drqp.gov.pt
Facebook – www.facebook.com/DirecaoRegionalDeQualificacaoProfissional

Contributos da DRQP (palavras-chave)
política de qualificação profissional
programas integrados de formação profissional
certificação de entidades formadoras
certificação profissional em educação e formação
reconhecimento, validação e certificação de competências
Sistema Nacional de Qualificação
Sistema de Acesso a Profissões
auditoria e validação da qualidade da formação
Fundo Social Europeu
sistemas de formação
ações profissionalizantes
informação e orientação escolar
educação e formação inicial
cursos de aprendizagem
campeonatos das profissões
estudos e apoio técnico 

----------------------------------------

Jovem em Formação
14-25 anos

PROGRAMA

De 1 a 30 de abril, decorrem as candidaturas de jovens interessados na ocupação dos seus tempos livres durante os meses de julho ou agosto de 2014, por via do programa Jovem em Formação, da Direção Regional de Juventude e Desporto (DRJD). Os participantes auferem uma bolsa de compensação variável em função das horas de atividade prestadas, que poderá variar entre os 100,80€ e os 171,60€, consoante colaborem durante a semana ou ao fim de semana.

Em 2014, o Governo Regional da Madeira prevê um investimento aproximado de 180 000 euros neste programa. Deste modo, 1200 jovens poderão participar, durante um mês, em atividades formativas de contacto experimental com o mundo profissional, para desenvolvimento do sentido de responsabilidade pessoal, social e profissional.
 

[caixa 1]
Destinatários
Jovens residentes na Região Autónoma da Madeira que, no período compreendido entre julho e agosto, tenham idades compreendidas entre os 14 e 25 anos e estejam integrados no respetivo ano letivo, no sistema de ensino ou no sistema de formação profissional.

[caixa 2]
Entidades de Acolhimento
a) Serviços públicos;
b) Empresas públicas;
c) Associações juvenis ou equiparadas;
d) Entidades sem fins lucrativos.

[caixa 3]
Áreas de atividade
As atividades em áreas administrativas, de atendimento ao público, de apoio a crianças em ateliês de ocupação de tempos livres, de apoio a idosos em lares e centros de dia, de manutenção e vigilância de praias ou complexos balneares, bem como de vigilância de museus são as mais relevantes, dentre as disponíveis.

[caixa 4]
Seleção pela DRJD
Critérios aplicáveis, cumulativamente:
– Idade do candidato, por ordem de idade decrescente;
– Habilitações literárias, pelo nível mais elevado de escolaridade;
– Perfil indicado pelas entidades de acolhimento (conhecimentos e aptidões específicas);
– Preferências indicadas pelos candidatos (tipo de atividade, disponibilidade e turno).

CANDIDATURAS

Para incentivar a participação dos jovens e facilitar, ainda mais, a comunicação entre estes e a DRJD, foi lançada uma nova plataforma que permite a realização integral da candidatura por via digital. A integração das quatro fases do processo – inscrição das entidades, caracterização das vagas, candidatura dos jovens e reporte pelas entidades – na mesma plataforma digital simplifica e desmaterializa procedimentos, reduz os tempos de resposta e melhora a gestão da informação. Das diversas novidades, realça-se a visualização da localização geográfica dos serviços em que os candidatos podem desenvolver as suas atividades.

O Governo Regional da Madeira lança, desta forma, a plataforma digital que visa disponibilizar, num ponto único de acesso, serviços transversais da administração pública regional para consulta e utilização por cidadãos e entidades.

A candidatura ao programa é feita pela Internet em http://digital.gov-madeira.pt/jovemformacao e obriga à leitura do regulamento que define – explicitamente e entre outros pormenores – o processo de candidatura e seleção dos candidatos, bem como os direitos e deveres de jovens e entidades de acolhimento.

SAIBA MAIS

A divulgação das listas de jovens colocados, suplentes e excluídos decorrerá a partir de 16 de junho, no sítio da DRJD na Internet.

www – www.madeira-edu.pt/drjd
Facebook – www.facebook.com/juventudeedesporto.madeira

Sobre o Jovem em Formação, pode ouvir:

[caixa]
Secretário Regional da Educação e Recursos Humanos
Jaime Freitas
Faixa 1
– O investimento do Governo Regional

Diretor Regional de Juventude e Desporto
Rui Anacleto Alves
Faixa 2
– As características do programa

Direção Regional de Informática
Martin Freitas
Faixa 3
– A plataforma digital

----------------------------------------

A SRE convida…
‘III Festival da Canção Infanto-Juvenil da Madeira’

PASSATEMPO

Ganhe um convite duplo para o espetáculo…

As crianças e os jovens cantores do III Festival da Canção Infanto-Juvenil da Madeira (FCIJM) vão pisar o palco do auditório do Centro de Congressos da Madeira (Casino) no dia 13 de abril de 2014, domingo, pelas 17 horas.
Pela primeira vez, este espetáculo que encanta as famílias e os melómanos madeirenses será transmitido a nível nacional, pela RTP2, em data e hora a comunicar em breve.

Canções vencedoras em 2013
Infantil – “Gira Carrossel” (MP3)
Juvenil – “A Minha Voz” (MP3)

[caixa]
Locais de venda de bilhetes
Os bilhetes terão um preço único de 10,00€. Estão à venda na sede da DSEAM – Direção de Serviços de Educação Artística e Multimédia (Travessa do Nogueira, 11), Loja do Cidadão (balcão da SRE) e no local do evento (no dia 12 de abril – das 15h às 18h – e no dia 13 de abril – desde as 16h). Os interessados também poderão efetuar as suas reservas pelo telefone 291 203 054.

Acompanhe as atividades da educação artística em www.madeira-edu.pt/dre.

Responda certo e vá ao Festival com um amigo!

QUESTÃO

‘Como se chamavam os intérpretes das canções vencedoras do FCIJM em 2013?’

Como participar:
CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO
1. A primeira resposta certa recebida no endereço GIIP@madeira-edu.pt dá direito a um convite duplo para o FCIJM de 2014.
2. A mesma pessoa só poderá responder por uma vez.
3. O nome e o telefone de contacto do respondente deverão ser enviados com a resposta.
4. O momento de entrega da publicação será registado para divulgação pública.
 

CANÇÕES

Categoria Infantil
A GATA ALI – Mariana Silva
(letra de António Castro e música de Carina Freitas e Alireza Nouri)
CANÇÃO DO PIRATA – João Gouveia
(letra e música de Leandro Costa)
ESTÁ NA HORA DE IR P’RA ESCOLA – Ana Margarida Pita
(letra de Maria Margarida Gonçalves e música de Sidónio Pestana)
NA FLORESTA ENCANTADA – Maria Freitas Quintal
(letra de Eva Lara Falcão e música de Mário André Rosa)
NADAR É SONHAR – Maria Catarina Neves
(letra de Maria Catarina Neves e música de Jorge Ferreira)
O AVÔ É CAMPEÃO – Natacha Aguiar
(letra de António Castro e música de Maria Ferreira)
O MEU PLANETA COLORIDO – Maria de Sousa
(letra de Rita Fernandes e música de Almindo Fernandes)

Categoria Juvenil
ESCOLHAS – Isabel Figueira da Silva
(letra de Ana Paula Spínola e música de Nélio Martins)
GANHAR OU PERDER – Nívia Vilar
(letra de Nívia Vilar e Cláudia Sousa com música de Rita Malaca)
JANELA DE ESPERANÇA – Marco Olival
(letra de António Castro e música de Sidónio Pestana)
MÚSICA É A MINHA PAIXÃO – Beatriz Caboz
(letra e música de Carina Freitas)
O TEU OLHAR – Diogo Garcia
(letra de Sara Alves e música de Carolina Caires)
SOU SONHADORA – Sara Abreu
(letra de José Carlos Mota e música de Maria Ferreira)

----------------------------------------

Login