SRE a marcar gerações  – junho de 2015

Especialização inteligente da RAM
O papel da ARDITI

ARDITI

A estratégia de especialização inteligente da Região Autónoma da Madeira (RIS3-RAM) adapta a agenda de crescimento inteligente, sustentável e inclusivo (Europa 2020), definida pela União Europeia, numa perspetiva de integração vertical das políticas europeia, nacional e regional.
Em consonância, a Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação, Tecnologia e Inovação (ARDITI) coordena o Sistema Regional (SRDITI) – que visa a dinamização da economia do conhecimento para cumprimento dos objetivos da UE para 2020 – para execução da RIS3-RAM estabelecida pelo Conselho Regional de Inovação, a que preside.
A ARDITI atribui bolsas e dinamiza um fundo de apoio, tendo criado dois polos de excelência – o Observatório Oceânico da Madeira e o Centro de Investigação e Inovação Agrícola e Tecnologia Alimentar da Madeira – para gestão autónoma de atividades.

[destaque]
Candidaturas a bolsas:
reabertura em setembro!

[caixa]
Especialização inteligente?
«Especialização inteligente significa identificar as características e os ativos exclusivos de cada país e região, realçar as vantagens competitivas e mobilizar as partes interessadas e os recursos a nível regional em torno de uma visão do futuro orientada para a excelência. Também significa fortalecer os sistemas de inovação regional, maximizar os fluxos de conhecimento e difundir as vantagens da inovação por toda a economia regional. (…)»
In Madeira 2020: Estratégia Regional de Especialização Inteligente

[caixa]
Instrumentos de apoio?
BOLSAS – A ARDITI atribui Bolsas de Doutoramento, Bolsas de Doutoramento em Empresas, Bolsas de Pós-Doutoramento e Bolsas no âmbito de Programas de Doutoramento.
FUNDO – A ARDITI apoia unidades de Investigação & Desenvolvimento e financia atividades que promovam o seu desenvolvimento e internacionalização no âmbito da RSI3-RAM.

Para monitorizar o progresso da RIS3-RAM e avaliar o seu impacto foram adotados 17 indicadores agrupados por eixos e objetivos:

[caixa]
Eixo 1 – Investigação
Intensidade de I&D
1 – Despesa total em I&D por % do PIB
2 – Despesa total em I&D
3 – Despesa do sector público em I&D
4 – Despesa do sector privado em I&D
5 – N.º total de publicações indexadas
6 – N.º de publicações em coautoria internacional
Recursos Humanos em Atividades de I&D
7 – Recursos humanos em atividades de I&D
8 – Investigadores em atividades de I&D

Criação de Massa Crítica nos Domínios Temáticos de Especialização
9 – N.º de alunos inscritos em programas de formação avançada na RAM
10 – N.º de estudantes de mestrado e pós-graduação em domínios temáticos de especialização
11 – N.º de estudantes de doutoramento em domínios temáticos de especialização

Internacionalização
12 – N.º de alunos estrangeiros inscritos nos programas de formação avançada na RAM

[caixa]
Eixo 2 – Desenvolvimento Tecnológico
Patentes
13 – N.º de pedidos de patentes
Empresas
14 – Criação de Empresas de Média ou Alta Tecnologia

[caixa]
Eixo 3 – Inovação
Criação de Empresas
15 – Saldo líquido de criação de sociedades comerciais
16 – N.º de Empresas com atividades de IDT+I intramuros
17 – Proporção de empresas com 10 e mais pessoas ao serviço com atividade de Inovação

ENTREVISTA

Sabia que…
a ARDITI recebeu, no presente concurso, candidaturas para:
21 bolsas de pós-doutoramento (principalmente nas áreas de química, mar e tecnologias);
2 bolsas de doutoramento em empresas (área da química/agroalimentar);
81 bolsas de doutoramento (principalmente nas áreas de química, mar e tecnologias)?
este total de 104 candidaturas representa um aumento acima de 10% do número de investigadores na RAM?
a reabertura das candidaturas a bolsas deverá ocorrer já em setembro?

Entrevista com Nuno Nunes, Presidente do Conselho de Administração da ARDITI

Faixa 1
– A Europa 2020 e a especialização inteligente
– A estratégia regional e o SRDITI
– A aproximação entre investigadores e empresas

Faixa 2
– Os indicadores e os objetivos da estratégia
– A ARDITI e o levantamento da situação
– As escolhas estratégicas e as parcerias internacionais

Faixa 3
– A resposta direta aos interessados
– O quadro de financiamento e as áreas de especialização
– O apoio na ligação entre investigadores e empresas 

SAIBA MAIS

www
@
newsletter

Perguntas frequentes

[caixa]
Sou doutorado pela Universidade da Madeira e pretendo continuar a linha de investigação que lancei, através de um pós-doutoramento numa instituição estrangeira. Poderei ter apoio da ARDITI?
Na atualidade, as bolsas que existem não contemplam candidatos a instituições estrangeiras. As bolsas de Pós-Doutoramento (BPD) da ARDITI destinam-se a candidatos doutorados – preferencialmente àqueles que tenham obtido o grau há menos de seis anos – para realizarem trabalhos avançados de investigação no âmbito de instituições científicas portuguesas de reconhecida idoneidade. O último concurso para este tipo de bolsa esteve aberto entre 21 de Abril e 22 de Maio de 2015. Tem regulamento próprio pormenorizado com todas as condições e todos os requisitos aplicáveis. As BPD podem, a título excecional e dependendo de disponibilidade orçamental da ARDITI, incluir períodos de atividade no estrangeiro, com a duração máxima de um ano para doutorados em Portugal e de seis meses para doutorados no estrangeiro.

[caixa]
Não resido na Região Autónoma da Madeira e estou a candidatar-me a um doutoramento na Universidade da Madeira. De que apoios da ARDITI poderei dispor?
A apresentação de candidaturas a Bolsas de Doutoramento deverá obedecer às seguintes características:
a) Candidatos com residência na RAM por período superior a 3 anos poderão candidatar-se a ações que decorram na RAM, RAA, Portugal Continental e Estrangeiro;
b) Candidatos não residentes na RAM, só poderão candidatar-se a ações que decorram na RAM.
No seu caso, deverá aplicar-se a alínea b) anterior. Pressupõe-se que irá residir na RAM durante o período do doutoramento. Note que, de acordo com o n.º 2 do artigo 16.º do Regulamento de Bolsas de Formação Avançada, as funções dos bolseiros são exercidas em regime de dedicação exclusiva nos termos previstos no Estatuto do Bolseiro de Investigação.

[caixa]
Queria fazer um doutoramento numa área aplicada à atividade em que trabalho, numa empresa agroalimentar da Madeira. Existe algum apoio específico da ARDTI?
Sim, poderá candidatar-se a uma bolsa de Doutoramento em Empresas (BDE), logo que haja concurso (o último concurso para este tipo de bolsa esteve aberto entre 21 de Abril e 22 de Maio de 2015). Destina-se a candidatos que pretendam desenvolver atividades de investigação em ambiente empresarial conducentes à obtenção do grau académico de doutor e que satisfaçam as condições necessárias ao ingresso no correspondente ciclo de estudos. A duração da bolsa é, em regra, anual, renovável até ao máximo de quatro anos, não podendo ser concedida por períodos inferiores a três meses consecutivos. Neste tipo de Bolsa, o subsídio de manutenção é pago pela empresa e pela ARDITI, em partes iguais. Todos os restantes encargos previstos no regulamento são da responsabilidade da ARDITI.

[caixa]
A organização para a qual trabalho candidatou um projeto de I&D a um fundo comunitário e obteve um financiamento de 60%. No entanto, necessitava de financiamento adicional para concretizar os objetivos plenamente. A ARDITI prevê apoios para estas situações?
Sim. Podem candidatar-se ao apoio do FDCTI-RAM (Fundo para o Desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação na RAM), as seguintes entidades, desde que comprovadamente tenham sede na RAM:
– As instituições do ensino superior, seus institutos e centros de investigação;
– Os laboratórios regionais de I&D;
– Outras instituições públicas de I&D;
– Instituições privadas de I&D, sem fins lucrativos (IPSFL).
Deverá apresentar a candidatura quando abrir concurso (o último concurso para este tipo de apoio esteve aberto em Maio de 2015).

[caixa]
A ARDITI presta apoio à elaboração de candidaturas a fundos europeus?
A ARDITI pode prestar esse tipo de apoio através de um contrato de prestação de serviços entre as partes. A ARDITI já promoveu ações de formação com formadores especializados e experientes na elaboração de candidaturas a fundos europeus, nomeadamente ao programa Horizonte-2020. Adicionalmente, são divulgadas, no sítio da Internet e na newsletter da ARDITI, informações úteis relativas a candidaturas a fundos comunitários.

[caixa]
Preciso de alguns dados técnico-científicos sobre espécies piscícolas do mar da Madeira. Como poderá a ARDITI ajudar-me?
Poderá/deverá contactar o Observatório Oceânico da Madeira (OOM), que lhe facultará esse tipo de informação. O OOM é uma unidade/centro de investigação integrado na ARDITI.
 

----------------------------------------

Desporto Escolar
Em festa – 2015

BALANÇO

O “Principezinho”, de Saint-Exupéry, foi a referência iconográfica da Festa do Desporto Escolar de 2015 – organizada sob o lema “O nosso Mundo, a nossa dignidade, o nosso futuro”, celebrando o “Ano Europeu para o Desenvolvimento” – que decorreu de 25 a 29 de maio, na Região Autónoma da Madeira.
Na cerimónia de abertura, colaboraram 2000 alunos/utentes, sendo 900 do 1.º ciclo do ensino básico, 600 dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e do ensino secundário, 150 da educação especial, 350 adultos de ginásios e do ensino recorrente.
Durante a semana, as atividades envolveram 115 escolas e instituições, com cerca de 7000 participantes: 768 do 1.º CEB, 5323 dos 2.º, 3.º CEB e ensino secundário, 644 da educação especial e 2 da comunidade madeirense no Brasil.
Perto de 500 professores e técnicos – 100 do 1.º CEB, 30 dos 2.º, 3.º CEB e ensino secundário, 70 da educação especial e 30 da própria estrutura organizativa – asseguraram esta iniciativa que se desdobrou por 30 modalidades oficiais e 4 complementares.

[videograma da Festa do Desporto Escolar 2015]

[caixa]
Sons da Festa
Alunos, professores e responsáveis deram voz à Festa…
Faixa 1 – Andebol do 1.º Ciclo (alunos e professores)
Faixa 2 – Basquetebol e Natação (alunos e professores)
Faixa 3 – Futebol do 1.º Ciclo (alunos e professores)
Faixa 4 – Ginástica acrobática (alunos e professores)
Faixa 5 – Ginástica aeróbica (alunos e professores)
Faixa 6 – Canoagem adaptada (alunos, professores e Presidente do Clube Naval do Funchal)
Faixa 7 – Atividades motoras adaptadas (alunos e técnicos)
Faixa 8 – Marco Gomes (Diretor Rgional de Educação) e Elmano Santos (Diretor de Serviços do Desporto Escolar)
Faixa 9 – Elementos da organização e alunos vencedores

CERIMÓNIAS
[Fotografias das cerimónias de abertura e encerramento da Festa do Desporto Escolar 2015]

ATIVIDADES
[Fotografias das diferentes atividades da Festa do Desporto Escolar 2015]

A SRE convida…
‘Open Day da DRQP’

PASSATEMPO

Conheça a oferta formativa disponível…

A Direção Regional de Qualificação Profissional (DRQP) organiza um open day no próximo dia 8 de julho, no Centro de Formação Profissional da Madeira, para divulgar a sua oferta formativa, desenvolvendo visitas e demonstrações nas oficinas de formação.
Os visitantes inscritos poderão conhecer os cursos disponíveis, percorrer o Centro para a Qualificação e o Ensino Profissional, experimentar e observar a formação prestada nas oficinas, junto com os respetivos equipamentos e materiais.

[caixa]
Inscrições no Open Day
formulário
linha verde – 800 201 913
telefone – 291 70 10 90
 

Adicionalmente, ao responder a este passatempo, poderá ainda ganhar uma oferta de serviços da DRQP.

Responda certo e ganhe um serviço de estética ou de cabeleireiro…

QUESTÃO

‘Quais são as habilitações mínimas para ingressar num curso de Aprendizagem da DRQP?’

Como participar:
CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO
1. A primeira resposta certa recebida no endereço GIIP@madeira-edu.pt dá direito a uma oferta da área de Estética (um tratamento de rosto), a gozar em data a acordar.
2. A segunda resposta certa recebida no endereço GIIP@madeira-edu.pt dá direito a uma oferta da área de Cabeleireiro (um serviço de coloração e penteado), a gozar em data a acordar.
3. A mesma pessoa só poderá responder por uma vez.
4. O nome e o telefone de contacto do respondente deverão ser enviados com a resposta.
5. O momento de entrega da publicação será registado para divulgação pública.

---------------------------------------- 

Plataforma de Formação INTERAGIR

A Plataforma INTERAGIR visa a gestão, divulgação e acompanhamento da oferta de formação contínua na RAM, no âmbito da Educação, destinando-se às escolas, aos professores, aos trabalhadores em funções públicas e a outras entidades.

 

---------------------------------------- 

Login