SRE a marcar gerações  – maio de 2014

Perfis Profissionais
Estudo Prospetivo

ESTRATÉGIA

A Atualização do Estudo dos Perfis Profissionais para o Reforço da Competitividade e Produtividade da Economia Regional visa dotar a Região Autónoma da Madeira, no horizonte do período de programação de Fundos Estruturais 2014-2020, de uma perspetiva de médio/longo prazo de investimento em competências estratégicas que contribuam para a renovação dos argumentos competitivos da economia regional.

[destaque]
Orientar o investimento no capital humano para competências e perfis estratégicos com comparabilidade externa e nos diferentes leques de qualificações.

[caixa]
Visão estratégica
Promover parcerias e cooperação interinstitucional para partilha de recursos entre as entidades do sistema de educação e formação, nas dimensões horizontal e vertical.
A integração horizontal aumenta a eficiência, através da coordenação da oferta formativa e dos recursos, potenciando a integração vertical – com a criação de fileiras por áreas de formação – que partam da sensibilização/orientação, passem pela formação inicial e resultem em formação especializada.

[caixa]
Áreas Estratégicas
Áreas da Estratégia de Especialização Inteligente (EEI-RAM) com organização das necessidades de competências
Turismo | Ciências da Vida e a Saúde (e Bem Estar) | Agroalimentar | Energia | Tecnologias da Informação e Comunicação | Património Natural e a Biossustentabilidade | Mobilidade e Transportes | Sustentabilidade de Infraestruturas | Mar

[Videograma sobre a apresentação do estudo]
Premir para ver
http://youtu.be/JMw0i1cQie8

CONCLUSÕES

Conclusões e Recomendações
[caixa]
Ofertas de dupla certificação de nível secundário
Necessidade de aumentar em 10% o peso da frequência destas ofertas, no conjunto do secundário. O essencial deste esforço deverá recair sobre o Ensino Profissional.

[caixa]
Ofertas de qualificação de nível pós-secundário
O reforço das ofertas que atribuem nível de qualificação 5 é fundamental e pode ser efetuado através das novas ofertas de Cursos Técnicos Superiores Profissionais.

[caixa]
Ofertas de formação por área da EEI-RAM
Necessidade de reduzir o peso das áreas de formação com pouca expressão em termos de mercado de trabalho a favor das áreas da Estratégia de Especialização Inteligente.
Necessidade de manter formações de desenvolvimento pessoal para públicos adultos menos qualificados.

[caixa]
Formação inicial do nível 4
Esta formação deve ser mantida, mas o nível 5 deve ser amplamente reforçado de modo a atingir até 2020 um peso no sistema correspondente a cerca de um quarto da oferta de formação inicial.

[caixa]
Oferta de nível 2 com dupla certificação integradas no sistema educativo
Estas ofertas devem ser mitigadas de forma a evitar saídas precoces para o mercado de trabalho. A dupla certificação no Ensino Básico deve circunscrever-se a alunos que o terminem com 18 anos.

[caixa]
Educação e Formação de Adultos
A necessidade de prolongar o investimento na recuperação das qualificações básicas da população adulta, ao mesmo tempo que para os ativos é importante a resposta a lacunas de qualificação nos diferentes setores de atividade, de que são exemplo a formação em atendimento ao cliente e línguas estrangeiras.

[caixa]
Formação contínua
No que concerne a esta modalidade é preciso reforçar o investimento na formação de ativos do setor do turismo e das áreas da Sustentabilidade de Infraestruturas e da energia.

[caixa]
Distribuição Regional da oferta
As entidades reguladoras do mercado de formação devem suscitar no próximo período de programação alguma correção do desequilíbrio na distribuição regional da oferta excessivamente concentrada no Funchal.

[caixa]
Monitorização do sistema educação-formação
Sugere-se a criação de um registo regional de recursos para a formação que possa permitir a partilha e a permuta entre as entidades formadoras evitando, assim, duplicação de investimento e melhorando a eficiência do sistema.

Metas
As ofertas de dupla certificação na RAM têm margem de progressão dos atuais 40% no sistema para 50%, meta nacional e desejável no contexto europeu.
Existe necessidade de estimular a procura, com ofertas em áreas inovadoras de potencial elevada empregabilidade. O desejado aumento da quota das ofertas de dupla certificação no Ensino Secundário garante a manutenção no sistema educativo dos jovens até aos 18 anos, objetivo decorrente do alargamento da escolaridade obrigatória.
 

SAIBA MAIS

Folheto de resumo (PDF)

Estudo completo (PDF)

A Direção Regional de Qualificação Profissional organizou um seminário sobre a temática. Ficam aqui alguns sons.

A Direção Regional de Qualificação Profissional organizou um seminário sobre a temática, com apresentação de casos de boas práticas. Ficam aqui algumas declarações dos intervenientes.

Escola Básica e Secundária Dr. Luís Maurílio da Silva Dantas
Faixa 1
– Manuela Silva

Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco
Faixa 2
– Rui Caetano

Grupo Four Views
Faixa 3
– Octávio Freitas

----------------------------------------

Ecos do 1.º de Maio
Dia do Trabalhador

IMAGENS

[Imagens de atividades do Dia do Trabalhador]
 

ATIVIDADES

O 1.º de Maio assinala, em todo o mundo, os avanços alcançados pelos trabalhadores na melhoria das suas condições de vida e de trabalho. Na Região Autónoma da Madeira, a população vive o Dia do Trabalhador de forma festiva, privilegiando o contacto com a natureza.

Uma vez mais, o Governo Regional associou-se às comemorações, realizando um programa de atividades, em colaboração direta com autarquias, associações cívicas e desportivas. Após o Ato de Homenagem ao Trabalhador Madeirense, que abriu as comemorações, decorreram atividades culturais, desportivas e recreativas pela Região, complementadas pelas atuações dos madeirenses 4LITRO e Cró Banda, no Montado do Pereiro.

Triatlo, canoagem, vela, parapente, futebol, cicloturismo, motocrosse, natação em águas abertas, jogos de mesa, ciclismo, atletismo, futebol, jogos tradicionais, concurso musical, voleibol, ténis de mesa, trial, ballet, dance kids e jump preencheram este dia de todos os trabalhadores.
 

1400 ATLETAS

O desporto marca, todos os anos, o ritmo do Dia do Trabalhador. Este ano, cerca de 1400 atletas participaram nas atividades desportivas.

[quadro]
 

Alguns dados das atividades desportivas

Entidade Atividade Concelho Atletas
Associação de Natação da Madeira Natação em águas abertas Funchal e Câmara de Lobos 110
Associação Regional de Triatlo da Madeira Triatlo Funchal  190
Associação Regional de Canoagem da Madeira Canoagem Funchal 50
Associação Regional de Vela da Madeira Vela Funchal 80
 Associação de Ciclismo da Madeira Cicloturismo Funchal 70
Associação de Motociclismo da Madeira Motocrosse Santa Cruz 30
Grupo Desportivo 1.º Maio Futebol infantil Funchal 300
Associação Desportiva de Machico Futebol infantil Machico 140
Associação Desportiva de S. Roque do Faial Futebol de sete Santana 30
Câmara Municipal da Ponta do Sol Futebol Ponta do Sol 30
Câmara Municipal da Calheta Futebol Calheta 120
Câmara Municipal da Calheta Trial Calheta 40
Câmara Municipal da Ribeira Brava Atletismo Ribeira Brava 120
Câmara Municipal de Porto Moniz Futebol Porto Moniz 30
Junta de Freguesia do Caniçal Atletismo Machico 50 a 60

----------------------------------------

 

A SRE convida…
Seminário ‘Desporto Escolar na Europa’

PASSATEMPO

Ganhe revistas científicas de referência…

Por ocasião da reunião da Direção da Associação Europeia de Educação Física (EUPEA), organizada pela Sociedade Portuguesa de Educação Física (SPEF) com o apoio da Secretaria Regional da Educação e Recursos Humanos (SRE), estarão presentes, na Região Autónoma da Madeira, representantes europeus de associações científicas e profissionais da área.
Considerando a componente educativa do Desporto Escolar e a sua relevância no contexto regional, a SRE aproveita o ensejo para organizar – em parceria com a EUPEA e a SPEF – o Seminário “Desporto Escolar na Europa”, no dia 14 de junho de 2014, entre as 9h e as 13h na Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos Dr. Horácio Bento de Gouveia.

Informações: www02.madeira-edu.pt/dre/desporto_escolar.aspx

Ação validada pela Direção Regional de Educação para efeitos de progressão na carreira docente.

Parceiros
SPEF – www.spef.pt
EUPEA – www.eupea.com

Responda certo e receba quatro números do Boletim SPEF!

QUESTÃO

‘Em que ano foi fundada a SPEF?’

Como participar:
CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO
1. As duas primeiras respostas certas recebidas no endereço GIIP@madeira-edu.pt dão direito a quatro números do Boletim SPEF.
2. A mesma pessoa só poderá responder por uma vez.
3. O nome e o telefone de contacto do respondente deverão ser enviados com a resposta.
4. O momento de entrega das publicações será registado para divulgação pública.

BOLETIM

Temas gerais do Boletim SPEF (2009-2013)
Sucesso motor e resultados escolares
Desporto escolar (competências sociais, estilo de vida)
Educação Física (grupo, disciplina, condução da aula, motivação e conceções dos alunos, emprego público)
Núcleo de Aptidão Física
Atividade física (qualidade de vida em idosos, quantidade, enriquecimento curricular, consumo de tabaco)
Estilos de vida ativo (educação, exercício físico, nutrição, resultados escolares, comportamentos de risco)
Programa PESSOA (prevenção da obesidade na escola)
Futebol jovem (observação e análise do jogo, treinador, motivação)
Ténis (biomecânica)
Basquetebol (abandono da prática)
Natação (metodologia técnica)
Golfe (putting)
Andebol (proporcionalidade física)

Índice dos números 34 a 37 (PDF)

----------------------------------------

Login