Outubro 2010

Roteiros Culturais
PELA CIDADE

[escrito numa imagem]
Roteiros Culturais

Novos percursos pelo Funchal
Viagens Pela Cidade
O Vinho e a Cidade
O Natal e o Fim do Ano
O Imaginário e o Fantástico na Cidade

Pela cidade…

[imagens alusivas aos roteiros]

ROTEIROS

Para visitantes ou residentes, estes percursos pela cidade do Funchal proporcionam uma fruição contextualizado dos bens culturais da cidade do Funchal.

Desenvolvidos pela Direcção Regional dos Assuntos Culturais (DRAC), estes roteiros estão incluídos no Culturreg, projecto europeu de dinamização do Turismo Cultural da Macaronésia.

Festividades

O Turismo e a Cidade
«A localização geográfica da ilha, conjugada com a natureza luxuriante e o clima ameno, desde cedo atraiu muitos visitantes.»

O Imaginário e o Fantástico na Cidade NOVO
«O imaginário e o fantástico remetem-nos para a esfera do simbólico, da fantasia, da crítica social, do sarcasmo e do exótico, enfim, para a esfera do carnavalesco, da imagem de um “mundo às avessas”, que parece distante da realidade ou que a exacerba.»

A Flor e a Cidade
« A representação da flor e de uma vasta iconografia naturalista enquadra-se na decoração de determinados elementos estruturais da arquitectura religiosa, na pintura e ornamentação dos tectos em madeira e em estuque, na azulejaria e, em especial, nas artes decorativas, nomeadamente nas produções de talha, surgindo associada a uma vertente de representação, por vezes, simbólica ou realista.»

A Cidade Escrita
«Percorrer a cidade do Funchal, através da leitura dos livros que a descrevem, desde o século XV até ao século XX, é embarcar numa aventura de redescoberta das suas praças, ruas, edifícios e ambiências.»

A Música pela Cidade
«A música é evocada através da representação de tocadores e de instrumentos musicais para ornamentar muitas das criações artísticas.»

Viagens pela Cidade NOVO
«Pela sua posição geoestratégica, a Madeira surge, nos séculos XV e XVI como ponto de apoio fundamental nos descobrimentos do atlântico. (…)»

O Vinho e a Cidade NOVO
«A grande importância económica que o vinho teve para a Ilha da Madeira, e a consequente riqueza por ele gerada, expressam-se em alguns espaços da cidade, quer através de elementos artísticos, quer através de elementos arquitectónicos. Em termos decorativos, as representações aliadas ao vinho, são o reflexo do mundo cristão.»

O Natal e o Fim do Ano NOVO
«A tradição cristã do Natal serviu de fonte inspiradora à criação de obras artísticas ao longo dos séculos. A iconografia, na qual se destacam os magníficos exemplares de pintura de origem flamenga e os painéis de azulejaria figurativa barroca, enaltece este tema em quatro momentos: a Anunciação; a Natividade; a Adoração dos Pastores; e a Adoração dos Reis Magos.»

Urbanismo

A Cidade da Descoberta | Séc. XV/XVI
«A abertura da Europa ao mundo nos séculos XV e XVI levou a uma substancial renovação cultural. O espírito Humanista que se desenvolveu nesta época, em que a curiosidade e a vontade de saber imperavam, deu origem a um grande impulso de inventividade técnica.»

A Cidade Fortificada | Séc. XVII/XVIII
«A situação geográfica da Madeira no espaço atlântico e a incessante investida de piratas e corsários, legitimada por opções políticas das coroas europeias, determinara a fortificação da cidade no século XVII.»

A Cidade Moderna | Séc. XIX/XX
«Depois de o Funchal ter passado por dois grandes ciclos económicos, o do açúcar e o do vinho, a cidade assume uma nova referência turística internacional.»

A Cidade e a Natureza
«A amenidade do clima da ilha desde cedo proporcionou o aparecimento de recintos ajardinados, concebidos como espaços de repouso, de convívio e de relacionamento humano com a natureza.»


SAIBA MAIS

Os roteiros em edição bilingue (português e inglês) estão à venda na Direcção Regional dos Assuntos Culturais (DRAC), bem como em museus e em alguns locais de apoio turístico.

 Entrevista da Directora de Serviços de património da DRAC, Diva Freitas, para o programa Educando da Secretaria Regional de Educação e Cultura (SREC) na Rádio Jornal da Madeira

Faixa 1
– Os temas

Faixa 2
– Os roteiros no projecto Interreg
– A divulgação do património

Faixa 3
– Os destinatários

Em www.turismocultural-macaronesia.com, pode conhecer mais pormenores sobre estes percursos temáticos.

Leia a rubrica “A SREC convida…” para receber uma colecção completa dos roteiros!


----------------------------------------------------------

Mais sobre o Ano Lectivo
2010/2011

CNO Inclusivo
Novas Oportunidades – Centro Inclusivo

O “Centro de Novas Oportunidades (CNO) Inclusivo” resulta da parceria da Direcção Regional de Educação Especial e Reabilitação (DREER) com a Direcção Regional de Qualificação Profissional (DRQP).

Esta cooperação de serviços da Secretaria Regional de Educação e Cultura (SREC) destina-se a pessoas com necessidades especiais, no sentido de satisfazer as suas expectativas de formação ao longo da vida, decorrentes da necessidade de participação activa na sociedade.
 
À semelhança de todos, têm a oportunidade de verem reconhecidos, validados e certificados os seus saberes e competências ao nível escolar básico, numa perspectiva de maior qualificação pessoal, familiar e social, corporizada no processo de RVCC.

Como é o processo de RVCC?

O Processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC) é desenvolvido ao longo de um conjunto de sessões, onde se pretende fazer um levantamento de competências e conhecimentos adquiridos pelo adulto nos mais variados contextos da sua vida pessoal, social e profissional.

Para quem se destina o processo de RVCC?

Actualmente, frequentam o Processo RVCC adultos com alterações das funções intelectuais, músculo-esqueléticas, visuais ou auditivas, estando aberto a novos candidatos.
A DRQP e a DREER disponibilizam recursos facilitadores, de acordo com as especificidades dos candidatos e do Processo RVCC de nível escolar básico (4.º, 6.º e 9.º ano).

A Directora Regional de Qualificação Profissional faz referência ao CNO Inclusivo na entrevista ao programa Educando.

ENTREVISTAS

O programa Educando na Rádio Jornal da Madeira acompanha as novidades do ano lectivo 2010/2011 e dá voz a projectos e iniciativas das escolas e dos serviços da Secretaria Regional de Educação e Cultura (SREC).

Após as palavras do Director Regional de Educação, Rui Anacleto Alves (disponíveis no número de Setembro de SREC a marcar gerações), publicamos duas novas entrevistas:

[caixa b1]
O Director Regional de Administração Educativa, Jorge Morgado

Faixa 1
– A colocação de professores

Faixa 2
– A avaliação de desempenho dos docentes

Faixa 3
– O estatuto da carreira docente na RAM

Faixa 4
– A monitorização de carreiras, vínculos e remunerações
– A aplicação do SIADAP

A Directora Regional de Qualificação Profissional, Sara Relvas

Faixa 1
– Os cursos de dupla certificação
– A formação contínua e modular
– O campeonato Europe Skills

Faixa 2
– O Centro de Novas Oportunidades (CNO)
– A parceria com a DREER

Faixa 3
– Os protocolos do CNO
– Os projectos da DRQP

Faixa 4
– O quadro geral da formação
– A integração entre formação e educação

Faixa 5
– O intercâmbio com entidades francesas

Entrevistas, notas de reportagem e agenda, aos Sábados, no programa Educando.


AINDA MAIS

Acompanhe as novidades do ano lectivo em www.madeira-edu.pt/anolectivo, página com diversos conteúdos dedicados ao tema.

Nos destaques, entre outros assuntos, pode conhecer algo mais sobre as novas escolas, bem como sobre os estabelecimentos de educação e ensino com redimensionamentos ou beneficiações:

• Escola Básica de 1.º Ciclo com Pré-Escolar do Lombo de São João
• Infantário “O Carrossel”
• Infantário “O Sapatinho”
• Escola Básica do 1.º Ciclo com Pré-Escolar da Pena
• Escola Básica do 1.º Ciclo com Pré-Escolar de Câmara de Lobos
• Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de São Jorge
 

---------------------------------------------------------------------

A SREC convida
“I Festival de Órgão da Madeira”

Receba o livro “Órgãos das Igrejas da Madeira” ou a colecção dos Roteiros “Percursos na Cidade”

O restauro dos órgãos históricos das igrejas da Madeira, pelo mestre-organeiro Dinarte Machado, e a construção do órgão da Igreja do Colégio (inaugurado em 2008) vêem ampliada a sua dimensão cultural com o Festival de Órgão da Madeira.

No dia 15 de Outubro, José Luis González Uriol abre – na Igreja do Colégio – a primeira edição do evento, que apresenta dez recitais de entrada livre até ao dia 24 do presente mês. Enquadrado nos “Festivais Culturais da Madeira”, este projecto é da responsabilidade da Direcção Regional dos Assuntos Culturais (DRAC).

Ainda sobre o I Festival de Órgão da Madeira:

Entrevista do Director Regional dos Assuntos Culturais, João Henrique Silva para o programa Educando
 
 Faixa 1
 – O surgimento da iniciativa
 – Os Festivais Culturais da Madeira
 
 Faixa 2
 – A Direcção Artística e o programa

 Faixa 3
 – As expectativas e o público
 
« Tudo o que precisa de saber sobre o I Festival de Órgão da Madeira
Cartaz [PDF]
Programa [PDF]
Biografias dos músicos [PDF]
Palavras do Director Regional dos Assuntos Culturais [PDF]
Palavras do Director Artístico [PDF]
Os Festivais Culturais da Madeira [PDF]

Responda acertadamente e ganhe um exemplar do livro “Órgãos das Igrejas da Madeira” ou um exemplar da colecção dos Roteiros “Percursos na Cidade”.


QUESTÃO
Em que local decorre o último espectáculo do I Festival de Órgão da Madeira?

Festivais Culturais da Madeira em www.festivaisculturasidamadeira.com

Como participar:

CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO
1. Cada uma das duas primeiras respostas certas recebidas no endereço giip@madeira-edu.pt terá direito a um exemplar da obra “Órgãos das Igrejas da Madeira”; a terceira, quarta e quinta respostas certas terão direito a uma colecção dos roteiros culturais.
2. A mesma pessoa só poderá responder por uma vez.
3. O nome e o telefone de contacto do respondente deverão ser enviados com a resposta.
 

---------------------------------------------------------------------

Login